Pizza de Frigideira – Caseira

shutterstock_1616815109-600x300.jpg

Esta receita eu “aprendi” no susto.

Sabe aquelas pizzinhas de frigideira que a gente compra no supermercado, pra ficar ali na zona de conforto, apreciando a preguiça? rs Pois é.

Dia desses resolvi inclui-la no cardápio do jantar. Fui ao mercado e comprei todos os ingredientes deliciosos para montá-la. Na hora de fazer, com tudo já engatilhado, notei que havia esquecido de comprar um item. Pois é, faltou “apenas” a pizzinha de frigideira. Coisa pouca, bobagem. Foi aí que apelei pra criatividade que estava adormecida e improvisei. Saca massa pra panqueca? Pois é. rs

Fiz a massa bem fininha e montei como pizza de frigideira. Não fica igual a original, mas não deixa de ser uma versão. Na hora do desespero é uma opção e tanto. Anote:

1 copo de leite

2 ovos

1 copo de farinha de trigo

1 colher de sopa de óleo ou azeite

1 pitadinha de sal

Coloque tudo no liquidificador e deixe até ficar homogêneo. Pré-aqueça uma “panquequeira” ou uma frigideira (daquelas que não grudam) com um fio de óleo ou azeite. Depois que esquentar o óleo, coloque a mistura com uma concha (dessas de feijão). Distribua o líquido por toda a frigideira, de maneira uniforme. Não coloque muito, apenas o suficiente para conseguir uma massa fina. Deixe assar rapidamente, até que ela comece a ficar sólida e a borda dourada. Com a ajuda de uma espátula ou espumadeira (como preferir), vire a massa e deixe dourar do outro lado. Reserve.

Repita o procedimento até acabar a mistura do liquidificador. (Ah! Pra aumentar a receita, dobre os ingredientes).

Depois monte a “pizzinha”: passe molho de tomate, coloque queijo e invista no recheio que preferir: carne, 4 queijos, frios, frango, peito de peru, etc. Agora faça o mesmo procedimento da opção comprada no mercado: coloque a massa já montada na frigideira com tampa, leve ao fogão em fogo baixo e aguarde 1 minutinho só pra derreter o queijo e aquecer os demais ingredientes. Tá pronto!

Macarrão

13151473_592099167632172_4983503246117091574_n– Macarrão é tão vago. Que tipo de macarrão?

– Espaguete!

– Hummmm! Gostei!

– Eu também!

Saber preparar um espaguete simples é básico e praticamente obrigatório.

Notei que tava faltando esta receita no blog, afinal a gente aprende a preparar espaguete antes do arroz.

Lá nos “primórdios” da adolescência, o espaguete era a sensação, admita! Que atire a primeira pedra quem nunca viajou com os amigos (naquela época que ninguém sabia a diferença entre sal e açúcar) e um amigo mais esperto acabou com a fome de todos preparando este prato delicioso?

Pois é! Chegou a sua vez de aprender esta receita tão simpática.

Do que vai precisar:

Panelas

Colheres

Escorredor de macarrão

Garfos

Fogão

Ingredientes:

Espaguete (meio pacote)

Sal a gosto

Água

2 colheres (sopa) de óleo

1 pacote de molho pronto

Cebola a gosto

Alho a gosto

Orégano a gosto

Queijo ralado a gosto

Azeite

1 lata de atum

– Atum?

– É atum! Pra começar tá ótimo. Tem coisa mais prática que abrir uma lata de atum?

– Não.

– Então. Faz esta receita, depois tenta com carne (que dá mais trabalho).

– Ok!

Como fazer:

Ferva a água numa panela.

– Quanto de água?

– Bastante. Tipo 3 ou 4 litros. Encha uma panela grande de água e coloque pra ferver.

Ah! Acrescente o óleo (duas colheres de sopa) e o sal (uma colher de café). Quando estiver fervendo, acrescente o espaguete.

Levará aproximadamente uns 10 minutinhos pra cozinhar. Neste meio tempo, mexa algumas vezes para evitar que grude.

Enquanto isso, em outra panela… prepare o molho!

Em fogo baixo, aqueça um fio de azeite e coloque a cebola e o alho picadinhos. Acrescente o molho pronto, uma pitada de sal, o orégano e o atum. Misture tudo. Desligue o fogo e reserve.

O espaguete está pronto? Pode desligar o fogo. Coloque um copo de água filtrada (temperatura ambiente) para esfriar um pouco e mexa. Despeje todo o conteúdo no escorredor de macarrão.

Coloque o espaguete no seu melhor refratário e adicione o molho. Misture com a ajuda de dois garfos. Acrescente o queijo ralado e pronto!

Iogurte Natural

13165975_592083147633774_1060994513798959836_nA receita de hoje é incrível, pois ela é versátil, gostosa, fácil de fazer e muitoooo econômica!

– Aí sim!

Diferente da primeira receita de iogurte que postei, esta é uma versão natural e líquida (pra beber). Lembram que a anterior era pra comer de colher, certo?

Do que vai precisar:

Panela com tampa

Fogão

Colher

Toalha de banho

– O queeee? Toalha de banho?

– Isso mesmo. Acompanhe a receita e verá que isso fará sentido, por incrível que pareça!

– Então tá!

Ingredientes:

1L de leite

1 copinho de iogurte natural (aquele mais líquido)

– Só isso? Tá de sacanagem, né?

– Não mesmo. Acompanhe!

Como fazer:

Ferva o leite. Depois desligue o fogo, tampe a panela e reserve até ficar morno (mas é morno mais pro lado do frio do que pro quente rs ). Isso é importante, pois é esta temperatura que deixará o iogurte na consistência certa, ok?

– Ok! Morninho quase ficando em temperatura ambiente. “Podexá!”

Misture o iogurte natural. Mexa bem. Feche a tampa novamente e envolva a panela numa toalha (de banho) pra ajudar a manter a temperatura. Se estiver perguntando o motivo da toalha ser de banho, a resposta é simples: ela é mais grossa e esquenta mais que a toalha que você usa na cozinha.

Toalha de banho limpa, hein pessoal? Nem preciso falar que não pode ser usada.

Deixe a panela com a toalha quietinha, descansando por 8 horas.

– 8 horas descansando? Isso é uma bela noite de sono, isso sim!

– É pode ser.

zzZZzzZZ

8 horas depois…

– Pode atacar?

– De jeito nenhum. Não pode. Arnaldo César Coelho já diria que a regra é clara: após as 8 horas, desembrulhe a panela da toalha. Coloque a toalha pra lavar e leve a panela à geladeira.

Depois que estiver geladinho, coloque o conteúdo numa linda jarra de vidro e pronto! Já pode consumir!

– Oba!

Pode manter o iogurte natural na jarra e misturar em cada porção os ingredientes de sua preferência: frutas, mel, açúcar, aveia, granola e cereais. Não tudo necessariamente misturado na mesma porção.

Se preferir, pode adicionar na receita toda (ainda na panela, depois de gelar e antes de colocá-la na jarra) um pacotinho (ou menos) de suco em pó de morango. Mexa muitoooo bem (e despeje tudo na jarra). Fica praticamente igual aos que você compra no supermercado. Delíciaaaa!