Pizza de Frigideira – Caseira

shutterstock_1616815109-600x300.jpg

Esta receita eu “aprendi” no susto.

Sabe aquelas pizzinhas de frigideira que a gente compra no supermercado, pra ficar ali na zona de conforto, apreciando a preguiça? rs Pois é.

Dia desses resolvi inclui-la no cardápio do jantar. Fui ao mercado e comprei todos os ingredientes deliciosos para montá-la. Na hora de fazer, com tudo já engatilhado, notei que havia esquecido de comprar um item. Pois é, faltou “apenas” a pizzinha de frigideira. Coisa pouca, bobagem. Foi aí que apelei pra criatividade que estava adormecida e improvisei. Saca massa pra panqueca? Pois é. rs

Fiz a massa bem fininha e montei como pizza de frigideira. Não fica igual a original, mas não deixa de ser uma versão. Na hora do desespero é uma opção e tanto. Anote:

1 copo de leite

2 ovos

1 copo de farinha de trigo

1 colher de sopa de óleo ou azeite

1 pitadinha de sal

Coloque tudo no liquidificador e deixe até ficar homogêneo. Pré-aqueça uma “panquequeira” ou uma frigideira (daquelas que não grudam) com um fio de óleo ou azeite. Depois que esquentar o óleo, coloque a mistura com uma concha (dessas de feijão). Distribua o líquido por toda a frigideira, de maneira uniforme. Não coloque muito, apenas o suficiente para conseguir uma massa fina. Deixe assar rapidamente, até que ela comece a ficar sólida e a borda dourada. Com a ajuda de uma espátula ou espumadeira (como preferir), vire a massa e deixe dourar do outro lado. Reserve.

Repita o procedimento até acabar a mistura do liquidificador. (Ah! Pra aumentar a receita, dobre os ingredientes).

Depois monte a “pizzinha”: passe molho de tomate, coloque queijo e invista no recheio que preferir: carne, 4 queijos, frios, frango, peito de peru, etc. Agora faça o mesmo procedimento da opção comprada no mercado: coloque a massa já montada na frigideira com tampa, leve ao fogão em fogo baixo e aguarde 1 minutinho só pra derreter o queijo e aquecer os demais ingredientes. Tá pronto!

Anúncios

Panqueca Sem Ovos

Panqueca.jpg

Dia desses fui repetir a receita de panquecas que aprendi a fazer durante uma ligação telefônica. (Pois é, liguei na casa da minha irmã me convidando pra jantar. Ela não ficou nada comovida e me ensinou, por telefone mesmo, a preparar panquecas).

Resolvi que faria panquecas pro jantar (novamente), enquanto perambulava pelo mercado. Do celular, acessei o blog, li as instruções e comprei os ingredientes. À noite preparei tudo, mas dobrei a receita. Ficou muitoooo boa, mesmo. Melhor que a primeira.

Aí, esta semana, mais uma vez apelei à panqueca, até porque tinha sobrado alguns ingredientes da outra vez, tipo farinha e ovos. Óbvio que eu não lembrava como fazia e recorri ao blog de novo (loucura, né? Eu tenho um blog de culinária e consulto as receitas cada vez que vou cozinhar). Fui lendo os ingredientes e recordando. Tive quase certeza que na última vez que preparei, dobrei tudo menos os ovos. Como o resultado final da panqueca anterior tinha ficado incrível, eu precisava saber quantos ovos tinha colocado (se tinha dobrado também ou não). Aí, como eles eram parte dos ingredientes que tinham sobrado, pensei: vou olhar quantos restam na caixinha pra saber quantos foram colocados da outra vez. Mas ao abrir a caixinha, tchanananam. Pasmem: ela estava inteirinha.

Ficou tão deliciosa que não notei no dia que havia esquecido um dos ingredientes principais. Diferente de quando fiz um bolo sem açúcar… Que virou um biscoitão gigante e duro.

Fiquei mais surpresa do que o dia que me peguei guardando cândida na geladeira. Só posso estar louca! Liguei pra minha mãe.

– Mãe? Cê-num-acredita. Tô locona!

– Que foi?

– Lembra daquela vez… (contei sobre minha descoberta culinária).

E agora estou aqui pra contar a novidade… Se você quer panqueca e acabou o ovo, não chore.

Anote a receita aí…

Os ingredientes são:

1 copo de leite

1 copo de farinha de trigo

1 colher de sopa de óleo ou azeite

1 pitadinha de sal

Ou seja, tudo menos os ovos.

Como preparar?

Muito fácil. Coloque tudo no liquidificador e deixe até ficar homogêneo. Pré-aqueça uma “panquequeira” ou uma frigideira (daquelas que não grudam) com um fio de óleo ou azeite. Depois que esquentar o óleo, coloque a massa com uma concha (dessas de feijão). Deixe assar rapidamente, até que ela comece a ficar sólida e a borda dourada. Com a ajuda de uma espátula ou espumadeira (como preferir), vire a panqueca e deixe dourar do outro lado. Reserve.

Repita o procedimento até acabar a mistura do liquidificador. (Pra aumentar a receita, dobre os ingredientes).

Depois recheie com o que quiser: carne, queijo, frios, frango e até brigadeiro. Enrole, coloque num refratário de vidro e aqueça no forno com molho de tomate e queijo ralado (para as opções salgadas, lógico).

E aí? Vai uma panqueca sem ovo?

Punk…eca. Ops! Panqueca.

13511052_612902775551811_7367156597606972980_nNum dia destes, bateu uma fome incontrolável na hora do jantar. Não tinha muita variedade na geladeira e a preguiçava tomava conta juntamente com a vontade de não gastar dinheiro. Foi aí que tive uma ideia incrível e supereconômica! Liguei pra minha irmã:

– Alô.

– Oi.

– Quêcêqué? (é assim que alguns irmãos se tratam)

– Quero jantar na sua casa! (rsrs)

– Não tem nada aqui.

– Vai recusar meu convite pra eu jantar na sua casa?

– Já recusei. (risada malvada)

– Não tem nada pra comer aqui.

– Tem ovo?

– Tem.

– Ah, então faz panqueca!

– Eu não sei.

– Eu ensino!

– C******, não vai me convidar mesmo?

– Não! Anota a receita aí…

Os ingredientes são:

1 copo de leite

2 ovos

1 copo de farinha de trigo

1 colher de sopa de óleo ou azeite

1 pitadinha de sal

– E o que eu faço com tudo isso?

Anota aí:

Coloque tudo no liquidificador e deixe até ficar homogêneo. Pré-aqueça uma “panquequeira” ou uma frigideira (daquelas que não grudam) com um fio de óleo ou azeite. Depois que esquentar o óleo, coloque a massa com uma concha (dessas de feijão). Deixe assar rapidamente, até que ela comece a ficar sólida e a borda dourada. Com a ajuda de uma espátula ou espumadeira (como preferir), vire a panqueca e deixe dourar do outro lado. Reserve.

Repita o procedimento até acabar a mistura do liquidificador. (Ah! Pra aumentar a receita, dobre os ingredientes).

Depois recheie com o que quiser: carne, queijo, frios, frango e até brigadeiro. Enrole, coloque num refratário de vidro e aqueça no forno com molho de tomate e queijo ralado (para as opções salgadas, obviamente… a não ser que você goste de brigadeiro com molho de tomate).

Fim!