Pão Sírio

12795395_563760503799372_4966347686479650346_n
“Sou daquelas pessoas que só frequentam a cozinha para beber água, dar uma beliscada em alguma tranqueira no armário ou, no máximo, esquentar o leite, fazer pipoca e, talvez, café na cafeteira. Miojo, por exemplo, está além dos meus limites culinários.
Mas, recentemente, ampliei minha habilidade (pelo menos em teoria) com a visita de meu amigo Elton, um mestre na arte das comidas exóticas, músicas “escalafobéticas”, entre outras excentricidades.
Nesse dia, ele me ligou e combinamos de ver um filme em casa. Ele me perguntou se eu tinha queijo e como eu não tinha, ele passou no mercado e trouxe alguns ingredientes “pra fazer um negócio aí”, como ele disse quando chegou com a namorada Teresa. Então, minha esposa e eu demos livre acesso à cozinha e ele começou a preparação.
Aos ingredientes: pão sírio, queijo (que pode ser qualquer um), presunto, tomate e orégano. Modo de preparo: primeiro, abre-se o pão sírio no meio, coloca-se o queijo, o presunto, o tomate e o orégano. Se quiser colocar mais alguma esquisitice também (tipo chocolate!), fique à vontade, vai ao gosto do freguês.
Depois, leva ao fogo numa frigideira, assim mesmo, seco, sem óleo (é mais saudável!). Mexa um pouco pra que ele não queime, mude de lado (se quiser, com direito a jogar pra cima com pirueta, como o Elton fez, tomando cuidado pra não derrubar) e em poucos minutos está pronto: um lanche de pão sírio, meio com gosto de misto quente, meio com gosto de pizza, mas bem saboroso, fácil e rápido de fazer. Quer dizer, me pareceu bem fácil vendo o Elton de frigideira em punho, mas admito que não tentei reproduzir a receita ainda. Está na minha lista de afazeres, pra breve poder incluir na minha lista de habilidades culinárias, junto com café, pipoca e leite quente.”

*Texto de Luciano Rodrigues. Acessem: rabiscando.com

Anúncios