Brigadeiro de Paçoca

15-doces-no-copinho-14Festas Juninas, Julinas e Agostinas, me aguardem.

Não sei na sua família, mas na minha é assim… Ás vezes atrasa tanto, que a festa junina vira agostina.

E pra você, que assim como eu, não sabe preparar canjica, arroz doce, vinho quente e quentão, pegue aquele pote de paçoca e dê outra finalidade a ele. Anote:

1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de manteiga

1 colher (sopa) de chocolate em pó

2 colheres (sopa) de leite em pó

1 caixinha de creme de leite

15 paçocas do tipo rolha (para amassar)

Preparo:

Faça o brigadeiro: manteiga, leite condensado, chocolate em pó (e no lugar das demais colheres de chocolate, coloque leite em pó). Antes de chegar ao ponto de brigadeiro, misture 5 paçocas (trituradas).  Mexa bem e coloque o creme de leite. Mexa mais, até ficar homogêneo.

Numa vasilha, coloque 5 paçocas trituras, depois despeje o creme e decore com as outras 5 paçocas trituradas. Leve à geladeira.

Na hora de servir, disponibilize copinhos individuais de brigadeiro. Ah! Esse creme também fica bom pra salvar aquele bolinho com gosto de nada e cara de ninguém. 😉

 

Docinho de Abóbora

doces-halloween.jpg

Preparados pro Dia das Bruxas? Então estacione sua vassoura e vamos à receita!

Ingredientes:

300g de abóbora

1 lata de Leite condensado

1 colher (sopa) de manteiga

Açúcar de confeiteiro

Cravo-da-índia

Modo de Preparo:

Cozinhe a abóbora na água até ficar macia: aproximadamente uns 25 minutinhos. Escorra a água e esprema a abóbora com um espremedor de batatas.

Numa panela, misture o leite condensado, a abóbora e a manteiga. Leve ao fogo baixo, mexendo sempre, até o conteúdo desprender do fundo (cerca de 15 minutos).

Coloque a massa num prato untado com manteiga e deixe esfriar.

Enrole os docinhos, passando pelo açúcar de confeiteiro e decore com um cravo-da-índia. Pra ficar com “cara” de abóbora, enrole como brigadeiro e depois afunde um pouquinho a parte onde colocará o cravo. Com a ajuda de um palito de dente, faça a bolinha ficar com formato de abóbora, ou seja, faça marcas verticais ao redor do docinho. Entendeu, né? Não tem erro!

Docinho pra Festa Junina (ou Julina)

Trufa-de-Chocolate-para-Comprar.jpgEm junho e julho pipocam festas juninas e muitas vezes, junto com o convite chega um pedido: o de levar um prato, de preferência cheio, de doce ou salgado.

Não sei na sua família, mas na minha o pessoal repara… Quem leva pratos caseiros, ganha a admiração de todos. Quem leva prato pronto, do tipo paçoca e pé-de-moleque, não tem tanta moral e respeito assim. Pois é. Pessoas solteiras-jovens-e-curtindo-a-vida-adoidado até são absolvidas, mas as casadas são esperadas carregando um prato de guloseima caseira nas mãos; as casadas com filhos então, nem se fale.

Ano passado levei umas paçocas. Este ano não tive coragem e resolvi impressionar. Sem muita habilidade, tempo e paciência inventei um doce junino. Anote aí:

O esquema é dar uma adaptada naquela receita de salame de chocolate e deixa-la com cara de brigadeiro ou bombom, como preferir…

Ingredientes:

500g de biscoito ao leite (destes simples)

1 lata de leite condensado

2 xícaras (chá) de chocolate em pó

4 colheres (sopa) de manteiga (bem molinha)

12 paçocas molinhas (tipo rolha)

Chocolate branco ou ao leite

Como fazer:

Pegue o biscoito e divida em duas partes. Metade, quebre em pequenos pedaços, a outra metade bata no liquidificador.

Misture todo o biscoito, o leite condensado, o achocolatado, a paçoca amassadinha e a manteiga. Misture tudo com as mãos (tipo brincar na lama, mesmo). Tudo misturado? Faça bolas grandes com a massa. Enrole como se fossem grandes brigadeiros.

Distribua numa forma, feche com papel alumínio e leve ao freezer por aproximadamente 2 horas.

Depois desse tempo, pegue uma panela que caiba dentro de uma forma, e faça um banho maria pra derreter o chocolate, sem deixar pingar a água da forma na panela (isso desanda o chocolate).

Chocolate derretido? Pegue os docinhos no freezer, coloque numa bandeja bem bonita (pra impressionar, mesmo) e ponha uma calda de chocolate por cima de cada um (cubra o doce com o chocolate). Leve ao freezer novamente pra endurecer bem a cobertura. Quando estiver firme, envolva com papel alumínio, um a um, e mantenha gelando.

Tire uns minutinhos antes de servir e aproveite os elogios!

Ah! Você pode chama-lo de brigadeiro de festa junina ou de bombom de festa junina (como o seu coração mandar, ou como deixará sua família e amigos mais impressionados). rs

Brigadeiro Branco

13512034_612901688885253_4442984896497275897_n.jpg

Fanáticos por doces e guloseimas, esta é pra vocês: Brigadeiro Branco. Hummmm…

– O que? Branco?

– “Sumêmo!”

Pra quem nunca provou pode parecer duvidoso, mas é uma delícia.

É ótimo pra comer de colher, enroladinho e também pra rechear bolo, cupcakes e o que mais seu coração mandar!

Ingredientes:

1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de margarina

3 colheres (sopa) de leite em pó

1 lata de creme de leite

Como fazer?

Não tem segredo nenhum, é como preparar o brigadeiro normal. Acompanhe:

Coloque todos os ingredientes numa panela, misture e leve em fogo baixo. Mexa sempre para não grudar. Continue mexendo até dar o ponto de brigadeiro e pronto.

Depois que esfriar, enrole (passando no leite em pó, granulado branco, coco ralado ou no que preferir.) e coloque em forminhas ou distribua em copinhos especializados. Mas se não tiver paciência para isso, pegue a sua melhor colher e ataque! rs

 

Beijinho de Cenoura

13528682_612883648887057_3190249450842197431_n– O que? Cenoura?

– “Sumesmo”, cenoura! 

Esta é uma daquelas simpáticas receitas que seus pais inventavam pra te obrigar a comer um legume sem o seu consentimento. Naquela onda do ditado popular: o que os olhos não veem, o coração não sente. Mas feito por nossos pais não é pecado, certo? Era pra gente crescer mais forte, corado e robusto. Tá perdoada, mãe! Tá perdoado pai!

Eu comi muito legume disfarçado. Soja que interpretava carne. Fruta que se transformava em doce. Fui muito enganada, pois eu fazia parte do Clube “Não Gosto Porque É Verde (mesmo sem experimentar)”.

E hoje quem está encobrindo uma cenoura (talvez indesejada) numa panela com ingredientes docinhos, sou eu! 

– E fica bom?

– Fica incrivelmente bom! Aqui em casa acabou em questão de segundos!

– Uau! Passa essa receita logo.

– Demorou!

Vamos lá? 

Do que vai precisar?

Panela

Colher

Xícaras

Liquidificador

Fogão 

Ingredientes:

1 cenoura ralada

1 xícara e meia de leite em pó

2 colheres (sopa) de amido de milho

½ xícara de açúcar

5 colheres (sopa) de coco ralado

1 colher (sopa) de margarina

1 xícara de água

– O que? Não vai leite condensado nesta receita?

– Não.

– E mesmo assim fica bom?

– Opa! 

Como fazer:

Bata tudo no liquidificador, exceto a margarina. Quando estiver homogêneo, desligue e reserve. Numa panela, aqueça a margarina. Acrescente o conteúdo do liquidificador e mexa até engrossar um pouco. Desligue o fogo e deixe esfriar. Leve à geladeira. Depois que gelar, ataque com a colher ou seja mais delicada e enrole, passando no coco ralado e acondicionando em forminhas coloridas. Muitoooo bom!

Bicho de Pé

13087934_592062744302481_8556439476638744363_nVai um bicho de pé, aí?

– Bicho de pé? Deve doer… Ele morde?

– Não.

– Ah, entendi: bicho sentado, bicho deitado, bicho de pé? Saquei!

– Nada disso. Não teve infância, não? Bicho de pé é o nome daquele docinho cor de rosa, que tinha nos aniversários lá da sua infância, lembra? 

– Ah ta! Sei sim. 

Vamos lá!

Do que vai precisar?

Colher

Panela

Prato

Ingredientes:

1 lata de leite condensado

1 colher (sopa) de margarina sem sal

1 caixinha de gelatina de morango

Açúcar

Como fazer:

Coloque o leite condensado e a margarina numa panela e leve ao fogo médio. Vá mexendo, como se estivesse fazendo brigadeiro. Quando estiver bem quente, fervendo, adicione a gelatina em pó e continue mexendo até ficar homogêneo e soltar da panela.

Espere esfriar, enrole, passe no açúcar e coloque em forminhas coloridas. Tá pronto! Hummmm!