Milkshake de Leite em Pó

hqdefault

Delícia!

Já tomou? Se a resposta for não, você não sabe o que tá perdendo.

Anota aí:

– Sorvete de creme de qualidade (sem miséria, vale a pena gastar um pouco mais e ter um sorvete cremoso na mesa. Acredite!);

– Leite em pó de qualidade (lembre-se, vale a pena! rs Pro resultado ficar top, você tem que tirar o escorpião do bolso, do contrário não compensa nem tentar fazer… é sério. rs);

– gelo.

Pegue seu liquidificador amigo e coloque um copo de sorvete, meio copo de gelo e meio copo de leite em pó. Bata.

Coloque o conteúdo num copo bem bonito, enquanto aprecia a consistência do Milkshake. Beba e sinta que o paraíso é aqui. rs

Pra fazer mais de um copo é só dobrar, triplicar, etc… Vai depender do número de pessoas (conte sempre uma receita por pessoa).  😉

 

Iogurte de Morango (Líquido)

Vitamina-Pos-Treino-596x384

Foi convidado pra um café da manhã colonial e não sabe o que preparar?

Pois, é. Eu também não saberia… Mas dia desses estive num hotel-fazenda incrível com refeições incríveis e café da manhã digno de ser repetido várias e várias vezes. Foi lá que eu tomei o melhor iogurte natural de morango da minha vida. Sabe? Daqueles que você tomaria a manhã inteira? O dia inteiro? A vida toda? Pois é, era desses.

Óbvio que eu não sei copiar, mas não custa tentar.

Bom… Voltando à história do convite pra um café da manhã… Se você quer agradar, levando algo deliciosamente gostoso, anote:

– Vá ao mercado e compre duas garrafas de iogurte de morango (1L). Sem miséria. Escolha aquele que você adora e não o mais barato. Aproveite e compre uma lata de leite condensado de marca boa, por favor. Pra finalizar selecione morangos vermelhos, lindos e maduros. De preferência, os maiores, pra fondue.

Ao chegar, higienize as frutas, bata tudo no liquidificador e sirva bem geladinho!

Hummm!

Ovo de Páscoa (Recheado de Nutella)

13516445_612917055550383_1164189655709584189_n.jpg

A Páscoa já foi, mas os chocolates estão aí e o assunto ainda toma conta de muitas rodas de conversa. Então, anote a receita pro ano que vem. rs

Sumêmo! Resolvi me arriscar aos 45 do segundo tempo, mas descobri que fazer ovos não é nenhum coelho de sete cabeças. Pelo menos se for fazer pra você e pro pessoal da sua casa (sem frescura e sem medo de ser feliz).

Comecei procurando receitas de ovos de páscoa e durante a pesquisa, encontrei receitas parecidas ou iguais… E eu ficava indignada com aquela parte que você vira a forma de cabeça pra baixo e deixa o excesso de chocolate escorrer. Como assim, deixar o chocolate escorrer? Não, não. Isso está fora de cogitação. Chocolate é bom demais pra deixar escorrer… Desta forma parei de ler as receitas e adaptei, fazendo uma versão “quebra-galho” sem desperdícios e sem sujeiras (dá até pra comemorar).

Anote aí:

Você vai precisar de forminhas de ovos

Chocolate de sua preferência: ao leite, meio-amargo, branco ou blend (de marca boa, sem miséria)

Bombom pronto (rsrs)

Nutella

Forma

Panela

Água quente

Água gelada

Fogão

Faca

Colher

Freezer ou congelador

Pratos de sopas

E muita vontade de comer chocolate!

Lave as forminhas, afinal você não vai querer usá-las do jeito que vieram da loja, certo? Deixe que a natureza se encarregue de secar (nada de passar pano de prato que solta fiapinhos, ok?).

O próximo passo é colocar as forminhas no freezer ou congelador. Deixe lá… Vá jogar conversa fora no telefone, assistir TV, tomar um cafezinho. Depois de um tempinho, uns 30 minutos, derreta o chocolate em banho maria. Lembra, né? Aquele esquema de esquentar água numa forma com a panela dentro? Então. É esse mesmo. Coloque o chocolate na panela e não deixe, nem mesmo, meia gota de água cair dentro da panela. Sim, uma mísera gotinha de água pode destruir todo o seu chocolate, portanto cuidado!

Chocolate derretido? Vá tomar outro café, fazer outra ligação, responder um e-mail. Deixe o chocolate esfriando por uns 10 minutinhos.

Minutos passados, encha o prato de sopa com água gelada. Agora vá ao freezer e pegue sua forma geladinha. Coloque dentro do prato de água e vá adicionando o chocolate no espaço que forma o ovo. Distribua bem com uma colher e leve ao freezer. Deixe lá por uns 15 minutos.

Pegue a forma novamente, coloque no prato de sopa com água gelada e coloque a segunda camada de chocolate. Distribua bem e volte ao freezer por mais 15 minutinhos.

Pegou o “segredo”? É trabalhar com baixas temperaturas: facilita muuuuito.

15 minutinhos depois, coloque Nutella no seu projeto de ovo, espalhe por toda a parte (não demore muito, pro chocolate não derreter), volte ao freezer por mais 15 minutos.

Pronto? Forma, prato, água gelada. Cubra a Nutella com mais chocolate. Espelhe bem. Coloque chocolate sem miséria. Sempre que necessário, vá virando a forma pro chocolate ir preenchendo os lugares necessários. Volte ao freezer com o prato de sopa com água gelada e tudo. Deixe gelando.

20 minutos depois, tire do freezer. Vire a forminha num prato seco. O ovo sai lindo, brilhante e bonitão. Repita todo o procedimento para a outra metade. Se quiser fazer esta parte com chocolate branco, saiba que ele é mais chatinho pra derreter. Eu até deixo um restinho do chocolate ao leite na panela, pois parece que facilita o derretimento do branco. Pode ser ilusão, mas parece que dá certo. Rsrs

Depois que tudo estiver pronto é só colocar os bombons de sua preferência dentro dos ovos, embrulhar e tá pronto! 😉

Quanto à parte do choque térmico das receitas tradicionais, como você pode notar, eu faltei daquela aula e aqui não foi feito nada a respeito, até porque não faço ideia como faz. Pra não ter erro, o negócio é guardar os ovos na geladeira que não tem tempo ruim.

Salmão Assado

13509013_612909325551156_5889991656127750131_n

Hummmm! A receita de hoje é deliciosa.

O Salmão é tudo de bom! É tão bom que se for comparar, pode-se dizer que ele é a picanha dos peixes. A Brastemp dos mares. O Camaro Amarelo dos oceanos.

Tá certo que o mar não tá pra peixe e a situação não anda fácil pra ninguém. Mas vale investir nesta ideia pelo menos uma ou duas vezes por mês. Pegar uma promoção esperta. Se a sua família for pequena, então… Vish, dá pra se esbaldar: uma peça rende que é uma beleza.

A primeira atitude a ser tomada e ir num supermercado de sua confiança e escolher aquele salmão bonitão, rosado, lindo.

Chegando em casa coloque o peixão num refratário grande de vidro. Se não couber pegue a sua velha e boa “faca guinsu” e divida a peça ao meio. Ah! Aquela parte escura da pele pra baixo, ok?

Anote aí os ingredientes, além do Salmão (lógico):

2 limões grandes

Sal

Pimenta em pó

Alho

Cebolinha

Alecrim

Como fazer?

Mais fácil que tirar doce de criança (até porque as crianças de hoje não tão nada fáceis. A Supernanny que o diga):

Esprema os limões, espalhe um pouco de alho picadinho, cebolinha picadinha e alecrim. Coloque uma pitadinha de sal e outra da pimenta (tudo por cima do peixe). Feche o refratário com papel filme e deixe uma horinha na geladeira para marinar. Para os leigos, “pra marinar” é o mesmo que “pra curtir”.

Depois pré-aqueça o forno por cinco minutinho em fogo médio/alto e tire o refratário da geladeira, substituindo o papel filme por papel laminado, com o lado brilhante pro peixe e o lado fosco pra cima, ok? Leve ao forno.

Aguarde uns 20 ou 30 minutinhos dependendo do seu forno. Confira se está assado. Se não tiver, deixe mais um pouco. Se tiver pronto,  ponto pra você! Tire o papel alumínio pro peixe pegar um bronzeado, voltando ao forno por uns 5 ou 10 minutinhos (dependendo da potência do seu fogão).

Depois disso, aproveite muito, pois salmão já é delicioso só por ser salmão, imagine depois de passar uma temporada no forno com limão, sal, pimenta, alho e cebolinha. Hummmm!

Bommmm apetite!