Arroz Branco

12670913_558487717659984_3077250632643174955_nA receita de hoje é a base de qualquer almoço: arroz.

Como minha mãe costuma dizer: fazer arroz não tem ciência nenhuma… Pra ela né? Que arrebenta na cozinha.

Confesso que meu primeiro arroz foi uma tragédia. Minha família tinha viajado e resolvi me aventurar na cozinha. O resultado foi uma colher grudada no arroz e o arroz grudado na panela. Foi tudo pro lixo. É que resolvi ficar mexendo a receita durante o cozimento… rs

– Isso pode Arnaldo?
– A regra é clara: pra quem não sabe, isso é proibido! Não pode.

Pois é. Eu aparentemente não tinha prestado a atenção nesta parte.

Alguns anos depois, quando saí da casa dos meus pais, fui me virando com comida congelada até resolver criar vergonha na cara e aprender a fazer algo além do macarrão instantâneo.
Liguei pra minha mãe pra entender os segredos do arroz. Ela riu, mas me explicou. Eu mais que depressa anotei tudo e segui a receita do arroz por um bom tempo. Acho que eu era a única pessoa do mundo que preparava arroz, seguindo receita e usando o despertador do celular (óbvio, pra diminuir o fogo na hora certa e não deixar queimar).

Naquela época, eu também preparava um prato de cada vez.

Um dia, um amigo veio cozinhar em casa e fiquei impressionada… Ele fazia tudo ao mesmo tempo… Várias panelas no fogão… Fogo aceso nas quatro bocas, e eu querendo cronometrar tudo. Ele disse que não precisava. Aquilo foi inacreditável. Ele já cozinhava como adulto. Quase perguntei se ele não queria aproveitar o intervalo pra deixar umas receitas prontas pra eu congelar. rs

Hoje, anos depois, já não uso mais o cronômetro, nem a receita… Eu consegui e acho que quase todo mundo consegue. rs

Receita: Arroz Branco

Vai precisar de:

Xícara
Colher de sopa
Panela com tampa

Ingredientes:

Arroz
Cebola
Alho
Óleo
Tempero pronto (de pontinho) ou sal
Água

Como fazer?

A lei do arroz é: para cada xícara de arroz, duas de água. Como esta receita é para cozinheiros de primeira viagem, vamos iniciar com uma xícara que é ideal para duas pessoas. Se precisar fazer mais é só aumentar conforme foi explicado. Outra coisa: aumente o tempero de acordo.

Corte a cebola e o alho em pedaços pequenos. Coloque uma colher de sopa de óleo na panela e em fogo baixo adicione, na sequência, a cebola e o alho. Frite rapidamente: por mais ou menos um minuto.

Junte uma xícara de arroz. Mexa rapidamente, fritando tudo.

Adicione duas medidas de água da mesma xícara que usou para o arroz.

Misture o tempero ou sal a gosto (pra quem não tem noção alguma, talvez uma colher de sobremesa, resolva… Depois é só adaptar nas próximas vezes rs).

Aumente o fogo para o máximo e deixe a tampa entre aberta. Cozinhe por volta de 5 minutos (se necessário, use o cronômetro rs).

Após o tempo de cozimento, observe se há “furinhos” no arroz (parece sem noção, mas é assim mesmo). Se não tiver, espere mais um pouquinho. Se sim, diminua o fogo (mínimo), feche a tampa completamente e aguarde aproximadamente 5 minutos.

Após o tempo, observe com a ajuda de uma colher se ainda há água no fundo da panela. Se tiver, aguarde mais uns segundos. Se não, está pronto. Só não deixe passar do tempo, pois queima.

Dica: pra quem gosta de praticidade, existe alho picado prontinho pra usar.